Tag Archives: agência

TOP RANK Agência de publicidade nas Redes Sociais

Acostumadas a trabalhar a imagem de grandes marcas, as agências de publicidade estão aplicando seus aprendizados dentro de casa. De acordo com levantamento do indexSocial, ferramenta que mede a performance das marcas nas principais redes sociais (Facebook, Youtube e Twitter), este é um setor que cresceu 28% em audiência nos últimos seis meses, chegando a mais de 1 milhão de conexões ligadas a 80 agências monitoradas. Para analisar o comportamento deste segmento nas redes sociais, o indexSocial lança o primeiro ranking das agências brasileiras. Neste primeiro relatório, a ferramenta traz informações da primeira quinzena de agosto. A partir desta primeira análise, os resultados serão divulgados a cada trimestre.
As práticas de sucesso 
São diversas as motivações para as agências investirem na comunicação com o público das redes sociais. Atração e retenção de talentos, exposição de seus cases, interação com outros profissionais do mercado, avaliação do comportamento da audiência nesses canais, entre outros. Durante o festival de Cannes, por exemplo, que é um dos eventos mais prestigiados do mercado publicitário, as agências aproveitam para compartilhar com o mercado seus cases de sucesso e premiações. Em 2013, o festival aconteceu em junho, quando apresentou a maior média de crescimento da audiência direcionada a este segmento no Brasil. O fato mostra que as agências despertam o interesse de diferentes perfis de audiência, sejam profissionais da área, estudantes, investidores sejam aqueles que apenas buscam acompanhar tendências. Na primeira quinzena de agosto, os posts mais engajadores tratavam de assuntos institucionais como compartilhamento de cases, conteúdo jornalístico no qual a agência ganhou destaque e curiosidades do dia-a-dia das empresas. Espalhe Marketing de Guerrilha, W3Haus, Ogilvy Brasil, África e DM9DDB tiveram destaque nesse período.  Fonte ADNEWS.
Confira o ranking de audiência, engajamento e share:
f406
aiod
fwyr

Deixe um comentário

Filed under Comunicação, Marketing, Marketing Digital, Propaganda, Publicidade

9º FURACOM

Furacom 2014

Vem aí o 9º Furacom galera! O encontro mais esperado do ano para nós, acadêmicos de Publicidade e Propaganda da Anhanguera-Uniderp. E esse ano, o evento está cheio de atrações especiais e conta com a participação de renomados profissionais da área aqui do estado e também do Brasil. As oficinas também estão imperdíveis. Faça já a sua inscrição, super indicamos.

9 Furacomk

Curta nossa página e acompanhe todas as informações sobre palestras, oficinas e demais atividades do evento.

https://www.facebook.com/nonofuracom?fref=ts

Deixe um comentário

Filed under Arte, Comunicação, Dicas, Marketing, Propaganda, Publicidade, Referências

Chá & Calendário

Captura de Tela 2013-09-14 às 18.15.38

TK_CloseUp

TK_Steps

Para a inspiração criativa de hoje, juntamos dois produtos que a maioria dos criativos amam. O chá para levantar o ânimo e dar aquela acalmada e o calendário que não sai da mesa do dia-a-dia. E olha só o que achamos por aí: A agência alemã Kolle Rebbe desenvolveu um calendário feito com folhas finas de chá pressionado e dias marcados artesanalmente com carimbos para cada dia. Uma forma delicada de marcar os dias do ano, descartar ecologicamente (usando-as para fazer um bom chá por dia) e ainda divulgar a marca de chá 🙂 Fonte Amenidades do Design.

Curtiu? Olha só o vídeo:

Deixe um comentário

Filed under Arte, Design, Referências

Imagem é tudo!

Para nossa referência de hoje, fotografia! Jean-Yves Lemoigne é um fotógrafo de publicidade da França. Seu trabalho de publicidade não se parece com essa publicidade clássica e convencional que estamos acostumados a ver por aí… Jean é super criativo e seus trabalhos surpreendentes lhe valeram vários prêmios ao longo dos anos. Veja-os aqui e nos deixe saber o que você pensa! Fonte: Abduzeedo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Filed under Arte, Fotografia, Propaganda, Publicidade, Referências

Plano de Marketing para download

plano

Quartel Digital está lançando um roteiro prático, em formato digital, gratuito, que ensina aos interessados a produzir um Plano de Marketing para sua empresa. O chamado Plano de Marketing é um documento que identifica as oportunidades que podem gerar bons resultados para a organização, mostrando como penetrar no mercado com sucesso para obter os objetivos desejados, adaptando-se a mudanças e identificando tendências. Com o objetivo de ajudar os empresários, profissionais do marketing, comunicadores, entre outros, a conseguirem montar um plano de marketing eficiente e completo, o Quartel Digital está lançando este roteiro que traz todas as etapas de um plano de marketing listadas com exemplos de uma empresa fictícia em cada passo. O leitor vai pegar os pontos do plano e empregar na sua empresa seguindo o exemplo descrito no documento.

O Plano de Marketing pode ser feito para a marca, produto, serviço, ou para linhas de produtos. Todas as ações dentro de uma empresa devem ser planejadas e ter um objetivo a ser alcançado, é para isso que serve o Plano de Marketing. Em uma pesquisa feita pelo Sebrae Nacional em 2012, a taxa de mortalidade de empresas nos primeiros dois anos é de 26,9% no país, e um dos erros mais comuns que faz com que uma organização vá à falência é a falta de planejamento. Muitos empresários entram no mercado sem fazer um plano de negócios. Dentro deste planejamento, o plano de marketing é um componente chave. A falta deste plano acaba contribuindo para a falência destas empresas, que entram no mercado sem um objetivo traçado e sem um cronograma de ações planejadas. Antes de abrir um negócio, o empreendedor deve planejar e estudar todos os aspectos do mercado, quanto mais informações o empresário tiver do seu ramo de atividade, maiores são as chances de sucesso.

Um Plano de Marketing eficiente disciplina o planejador a colocar suas ideias, fatos e conclusões em prática. Ele é a base do plano estratégico, pois determina o que, como e quando será produzido um bem, serviço ou ideia para a posterior venda dos produtos ou serviços da empresa. Também proporciona um meio de medir o desempenho do departamento de marketing pela comparação dos resultados com os objetivos traçados no momento de elaboração do plano. Fonte: Design Culture.

Para fazer o download do roteiro prático gratuito

sobre como fazer um Plano de Marketing

basta acessar o site:

http://planodemarketing.quarteldigital.com.br.

Deixe um comentário

Filed under Comunicação, Propaganda, Publicidade

Prós e contras de trabalhar em agência ou ser freelancer.

001

Saiba o melhor e o pior de trabalhar em agências/estúdios, e da vida de freelancer. 

Depois de formado(a), carreira pronta para ser criada, é natural se questionar sobre qual carreira seguir, se é melhor ser funcionário ou se jogar na vida de freelancer. O que vale mais a pena?

Juntamos os prós e contras de cada um, e assim você pode decidir qual melhor caminho para você!

Trabalhar em agência

PRÓS

1.   Você pode aprender muito com colegas de trabalho, cada um possui conhecimentos que vale a pena aprender.

2.   Segurança. Salário garantido todo mês, sem preocupações de como pagar suas contas.

3.   Você passa a ter um maior vínculo social com as pessoas da mesma área que a sua.

4.   Você aprende métodos de organização e gerenciamento. Cada lugar novo, é um método a acrescentar.

CONTRAS:

Fazer o mesmo tipo de projeto, que deixam muitos clientes felizes, podem desestimular sua criatividade.

2.   Você corre o risco de trabalhar com pessoas que não goste, ou não se dê bem.

3.   Fazer apenas parte de um projeto, e não inteiro, pode acabar te frustrando.

4.   Horários. Muitos chefes são intolerantes/exigentes com faltas e atrasos.

Trabalhar como freelancer

PRÓS:

1.   Uma maior liberdade criativa

2.   Irá trabalhar do início até o fim do projeto.

3.   Desenvolverá habilidades além do design, como relacionamento com clientes, administração do dinheiro, cálculo de gastos, etc.

4.   Trabalhar de casa, sem custos extras como transporte.

5.   Maior flexibilidade de horário.

CONTRAS:

1.   Sem benefícios como férias, 13º salário, plano de saúde.

2.   Períodos com menos jobs, que podem deixar qualquer um de “cabelo em pé”.

3.   Muitas vezes finais de semana e feriados valerá como um dia comum de trabalho. Sem descanso.

4.   Disciplina. As vezes é melhor ter horário de começar e parar, pois aquele almoço de 2 ou 3 horas, ou aquele cochilo demorado – entre outros – pode atrapalhar seu rendimento.

Agência ou freelancer, o importante é se esforçar e tirar o máximo de aproveito e aprendizado que cada um pode te dar!

Fonte Des1gn’on.

Deixe um comentário

Filed under Comunicação, Dicas, Propaganda, Publicidade

Vocabulário de Comunicação

Para que já quer começar a se familiarizar com os termos mais utilizados por designers e por quem trabalha com comunicação, reunimos nesse post uma lista com os principais nomes adotados na área:

termos-design

Briefings: Na prática é o estudo que temos que fazer antes de desenvolver algo para o cliente. Analises de mercado, publico alvo, concorrência e tal. A partir daí partimos para o brainstorm, juntando com os Releases.

Brainstorm: É a “chuva-de-idéias”, onde você começa a rabiscar, e ter ideias sobre o seu job a ser desenvolvido.

Releases: São os materiais coletados com os clientes nas reuniões, conteúdos, fotos, impressos, arquivos e tal. Tudo para ajudar no Briefing e Brainstorm.

Marca: 1.Reúne graficamente letras do nome da empresa e elementos formais puros, abstratos. 2. Qualquer representação gráfica padronizada e distintiva utilizada como marca. 3.Representação visual de uma marca

Logotipia:1.Sistema de composição tipográfica baseada no uso de logotipos.

Logotipo: 1.Grupo de letras fundidas em um só tipo, formando sigla ou palavra, usualmente representativas de marca comercial ou de fabricação. 2.Marca constituída por grupo de letras, sigla ou palavra, especialmente desenhada para uma instituição, empresa, etc.

Cabeçalho: 1.Título de jornal ou de outra publicação periódica, que compreende data, número, periodicidade, etc. 2.Título destacado de artigo, notícia, etc.

Símbolo: 1.Aquilo que, por um princípio de analogia, representa ou substitui outra coisa. 2.Aquilo que, por sua forma ou sua natureza evoca, representa ou substitui, num determinado contexto, algo abstrato ou ausente. 3.Aquilo que tem valor evocativo, mágico ou místico. 4.Objeto material que, por convenção arbitrária, representa ou designa uma realidade complexa. 5.Elemento gráfico ou objeto que representa e/ou indica de forma convencional um elemento importante para o esclarecimento ou a realização de alguma coisa. 6.Sinal que substitui o nome de uma coisa ou de uma ação. 7.Figura convencional elaborada expressamente para representar uma coisa; emblema, insígnia: os símbolos de um clube.

Simbologia: 1.Estudo dos símbolos.

Tipo: 1.Paralelepípedo de metal fundido (ou de madeira, nos grandes corpos), cujo olho, convenientemente entintado, imprime determinada letra ou sinal. 2.Tip. Letra impressa, resultante de composição tipográfica ou de fotocomposição. 3.Caráter tipográfico que reproduz letra gótica, outrora tipo de obra e hoje tipo de ostensão da classe dos manuários.

Tipologia: 1.Coleção de caracteres tipográficos utilizados num projeto gráfico; tipografia.

Slogan: 1. Frase concisa, de fácil percepção e memorização, que resume as características de um produto ou serviço, ou uma de suas qualidades ou ponto de venda, usada e repetida inalteradamente nos anúncios de uma firma. 2. Palavra ou frase usada com freqüência, em geral associada a propaganda comercial, política, etc. 3. Texto que ajuda a fixar a presença de uma marca, como por exemplo: Apple, Think Different… essa segunda parte é o slogan.

Dpi: Dots per Inches. Pontos por polegada. definição da imagem. Usa-se como padrão que a resolução em DPI é o dobro da lineatura da impressão em LPI. Vale lembrar q a resolução de tela (arquivos) não tem nada a ver com a resolução de impressão, que no caso se refere a quantos pigmentos existem dentro de uma polegada quadrada. Por exemplo, se vc mandar um arquivo de 300dpi para imprimir em uma imagesetter de 2540dpi ela vai sair com a resolução da impressora.

LPI: Lineatura de impressão. Lines per Inches. quantidade de fios de uma impressão. Jornais usam geralmente 100lpi, por isso seguindo a regrinha acima, imagens para jornal pode ter 200dpi. Impressão monocromática em sulfite: 135lpi. Imagens com 270dpi. Revistas monocromáticas e bicromáticas em papel couche ou outro pp revestido: 150 / 175 lpi, imagens com 300 / 350dpi. Verifique sempre com sua gráfica qual a lineatura de impressão.

Gráficos Bitmaps: Gráficos bitmaps são imagens formada por pixels (picture elements). Um pixel nada mais é do que um ponto em seu monitor, pequenos com cor e brilho variados.

Gráficos Vetoriais: Os Gráficos Vetoriais nada mais são que imagens formadas por cálculos matemáticos executados pelo computador.

Campanha: série de peças de propaganda de um produto, serviço, marca ou empresa, para um ou mais meios.

Cobertura: alcance de um meio de comunicação, dimensão ou distância máxima em termos de audiência e cobertura geográfica.

Deadline: Prazo limite ou final, em inglês. Utilizado para definir o prazo máximo para a realização de qualquer tarefa publicitária.

Diretor de Arte: – 1. Profissional de criação especializado em desenvolver a parte visual e gráfica das peça publicitárias. 2. Em produção, profissional responsável pelo projeto e execução da parte visual do comercial, incluindo cenografia, figurinos, objetos de cena, etc.

Dupla: 1. Conjunto de um diretor de arte e um redator que trabalham juntos para desenvolver peças publicitárias e promocionais. Unidade básica da criação de uma agência. Às vezes, pode haver o trabalho conjunto de mais elementos de uma área ou outra e o auxílio do diretor e do compositor. 2. Abreviação de Página Dupla.

Fee: honorários fixos, o contrário de pagamento por comissão.

Free-lance: 1. Trabalho realizado de forma temporária, sem vínculos empregatícios. 2. Ato de fazer trabalho free-lancer. 3. Profissional que trabalha no regime de free-lancer.

Folder: Folheto, peça dobrada.

Folheto, flyer: Impresso utilizado como mala direta, material de ponto de venda ou mesmo sob forma de encartes, com formato livre.

Identidade Visual: Conjunto de símbolos e cores que identificam uma empresa ou marca, como logotipo e logomarca, alfabeto, papelaria, pintura de frota, padrões visuais de embalagem e de propaganda, etc.

Imagem Corporativa: Conjunto das percepções em relação a uma empresa, tanto junto a seus consumidores como a outros grupos de pessoas e ao mercado como um todo. Essas percepções são a visão externa em relação a diversos aspectos da empresa, como tamanho, objetivos, postura diante do mercado, produtos fabricados ou serviços prestados, qualidade desses produtos/serviços, volume de produção e de faturamento, rentabilidade, contemporaneidade, etc.

Jingle: Música e texto gravados para rádio ou TV (comercial cantado).

Job – 1. Nome de todos os trabalhos específicos feitos para um cliente que se atende de forma permanente. 2. Trabalho feito para um anunciante do qual a agência não tem a conta.

Layout: Projeto de peça publicitária, é o rascunho bem acabado que permite uma visão exata do que vai ser a peça.

Mailing list: Cadastro de nomes e endereços usados em mala direta.

Mala direta: É a propaganda que se envia pelo correio. Designa a propaganda enunciada diretamente ao consumidor.

Marketing: 1. Conjunto das atividades empresariais destinadas à descoberta, conquista, manutenção e expansão de mercados para as empresas e suas marcas. 2. Área da empresa encarregada de planejar e administrar as tarefas de marketing.

Marketing Direto: Ferramenta de marketing e de comunicação de marketing utilizada para estabelecer o relacionamento direto entre as empresas e seus consumidores e prospects (tanto pessoas físicas quanto outras empresas).

Marketing Mix: O conjunto das atividades necessárias à realização do marketing. Essas atividades são reunidas em quatro áreas básicas: Produto (tudo o que se refere ao produto ou serviço em si, como formulação física, características, produção, qualidade, etc.); Distribuição (tarefas necessárias para apresentar o produto/serviço ao consumidor, para que ele possa comprá-lo e consumi-lo); Promoção (todas as tarefas de comunicação de marketing, que visam promover o consumo do produto/serviço); e Preço (política de preço).

Mídia: 1. Forma adaptada de média, que significa meio de comunicação, em latim e inglês. 2. Termo utilizado para designar os veículos de comunicação, no seu conjunto ou em particular. 3. Técnica publicitária que estuda e indica os melhores meios, veículos, volumes, formatos e posições para veicular as mensagens publicitárias. 4. Área especializada em mídia nas agências de propaganda. 5. Profissional especializado nas técnicas de mídia.

Mídia Básica:  Em um plano de mídia, o meio de comunicação (ou veículo) utilizado como base da comunicação a ser feita. (Ver Mídia de Apoio)

Mídia De Apoio: Em um plano de mídia, os meios de comunicação (ou veículos) utilizados como complemento e apoio à mídia básica. (Ver Mídia Básica)

Mídia Eletrônica: Os meios de comunicação eletrônicos, como o rádio, a televisão e até certos tipos de luminosos e outdoors eletronizados. O cinema, apesar de não ser necessariamente eletrônico, entra nessa categoria, por hábito do mercado. (Ver Mídia e Mídia Impressa)

Mídia Impressa: Os meios de comunicação impressos, especialmente a revista e o jornal, incluindo também o outdoor e todo tipo de material impresso. (Ver Mídia e Mídia Eletrônica)

Mídia Mix: Conjunto dos meios, veículos, formatos e posições utilizados em um plano de mídia.

Newsletter: Boletim informativo, que visa atingir um público segmentado, oferecendo informações de natureza técnica ou exclusiva.

Portfolio: Ver Porta-Fólio. 1. Conjunto de marcas, produtos e serviços de uma empresa. 2. Conjunto das contas de uma agência, produtora, fornecedor ou profissional. 3. Conjunto dos títulos de uma editora e de programas de uma emissora de rádio e TV.

Prova: A agência recebe uma “prova” de todo material que vai ser feito, que é revisado antes da impressão ou veiculação.

Publicidade legal: Comunicação publicitária exigida por lei. Inclui balanços de empresas, atas de assembleias, editais públicos, etc.

Público alvo: Segmento de mercado que se objetiva atingir com um plano de comunicação.

Rough: Rascunho, primeiro esboço do anúncio (precede o layout)./ Palavra inglesa que é pronunciada como raff e significa rascunho. É o primeiro ou primeiros rascunhos de um anúncio ou qualquer outra peça publicitária, que mostra como ficar no final do processo de criação e produção.

Spot: Texto gravado para rádio.

Slogan: Frase-tema de uma campanha ou marca, que procura resumir e definir seu posicionamento

Story Board: Esquema ilustrado do roteiro de um comercial, definindo algumas de suas cenas principais, de modo a facilitar sua análise, aprovação e produção.

Tablóide: Formato especial de jornal, cuja página representa a metade de um jornal de tamanho convencional.

Teaser: Pequenas e frequentes mensagens de preparação de atenção para um lançamento. / Mensagem curta que antecede o lançamento de uma campanha publicitária, gerando expectativa para ela. Pode ou não ser identificada

Tie-In: Denominação correta do merchandising em televisão.

Conselhos, associações, órgãos e entidades para Designers

ABRE (Associação brasileira de embalagem)

ABRAWEB (Associação Brasileira de Webdesigners e Webmasters)

creativecommons.org

BeErre (Marcas e Patentes)

INPI

ADG (Associação dos Designers Gráficos)

ABIGRAF (Associação Brasileira da Indústria Gráfica)

AEND-BR (Associação de Ensino Superior e Pesquisa de Design Gráfico do Brasil)

ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica)

CONE (Conselho Nacional dos Estudantes de Design)

EBA – Escola de Belas-Artes da UFRJ

Deixe um comentário

Filed under Comunicação, Design